PT | ENG | DUT

Leis evolutivas

Introdução

É importante conhecer as três leis evolutivas que mais influem na evolução espiritual dos seres humanos, para compreendê-las e bem utilizá-las. Infringi-las é retardar o caminhar evolutivo. Ao entender essas relevantes leis evolutivas, o ser humano aproveita melhor a existência e evolui bem mais rápido.

Entenda o processo de evolução espiritual

Lei das reencarnações

O ser humano surgiu neste mundo como resultado da ação construtiva do Princípio Inteligente nos diversos domínios da natureza. Essa marcha evolutiva prossegue sem qualquer interrupção ou alteração. A parcela desse Princípio Inteligente, o espírito, ao iniciar o processo evolutivo no corpo humano, passa a dispor do livre-arbítrio para conduzir-se sob sua exclusiva responsabilidade, e seu objetivo final é alcançar a perfeição da Inteligência Universal. Para adquirir as experiências evolutivas oferecidas pelo planeta-escola Terra, o espírito precisa encarnar o número de vezes necessário para passar por todas as situações que irão promover seu aperfeiçoamento.

Nesse sentido, a reencarnação, nome que se dá à sucessão de existências ou multiplicidade de vidas corpóreas de uma individualidade consciente (o espírito), é condição essencial ao seu progresso. Por isso, a pessoa deve conferir uma orientação segura à sua vida, para encurtar seu processo evolutivo, tendo sempre a atenção voltada para o aprimoramento da própria personalidade.

O processo das reencarnações explica, portanto, por que as pessoas são tão diferentes entre si, como são os próprios membros de uma família, e por que vivem em circunstâncias tão diversas, ou seja: por que uns são mais ricos, outros vivem nas ruas, uns são mais prodigiosos, outros mais lentos etc.? As condições estabelecidas no campo astral, que condicionam a encarnação do espírito no plano físico, são adequadas ao seu grau evolutivo e levam em conta os atributos e as faculdades ainda não devidamente desenvolvidos, assim como os erros e acertos de vidas passadas pelo uso do livre-arbítrio.

As reencarnações possibilitam, sobretudo, que o espírito aperfeiçoe suas qualidades e corrija seus defeitos. Nada mais justo do que responder pelos maus atos praticados em vida física. É bom ter em mente que os reveses por que passa um indivíduo não são castigos, mas aprendizagens do espírito acumuladas na bagagem evolutiva em suas múltiplas encarnações.

Lei de causa e efeito

A lei de causa e efeito afirma que não há efeito sem causa, nada acontece que não seja consequência de algo feito. Sendo assim, não existe o acaso; tudo dentro da lei de causa e efeito tem sua explicação, sua razão de ser. Encontrar desculpas ou pedir perdão para erros cometidos não anula essa lei evolutiva.

Os seres humanos precisam conhecer a ação do pensamento, o poder da vontade, a força psíquica de atração, que pode ser exercitada tanto para o bem quanto para o mal, conforme a natureza dos pensamentos.

Consciente de que seus pensamentos e suas ações têm consequências (reflexo do livre-arbítrio), o ser humano passa a utilizá-los com critério e sabedoria. Tudo que pensar e fizer ficará registrado no campo infinito de matéria fluídica de que é provido o Universo, para ser analisado no mundo de estágio quando o espírito deixar o corpo físico, com propósitos relacionados ao aperfeiçoamento evolutivo.

A lei evolutiva de causa e efeito não tem caráter punitivo, como os menos avisados podem pensar, mas sim de ação educadora, para que as pessoas reconheçam seus erros e procurem o caminho mais curto para os evitar. Não podem, portanto, se queixar dos insucessos, nem agradecer a divindades por seus êxitos, pois colhem o que plantam.

Lei de atração

A lei da atração, mais do que nunca, está conectada à ação do pensamento, adentrando, também, o campo das afinidades. Dessa maneira, uma vez reconhecida a importância do pensamento como poderosa força de atração, tanto do bem quanto do mal, o ser humano deve, em seu benefício e no daqueles com quem convive, conduzir sua vida colocando em prática os conhecimentos espiritualistas adquiridos.

Os pensamentos são ondas vibratórias que vão se alinhando em função da afinidade, formando correntes que se cruzam em todas as direções. Por isso, tornam-se conhecidos ao serem emitidos. Dependendo da qualidade dessas vibrações, se conectam com as correntes negativas ou com as positivas que envolvem todo o planeta Terra.

Portanto, pela lei de atração, a pessoa que pensa o mal não só transmite, mas também capta, na mesma intensidade, queira ou não, pensamentos afins, e sofre os efeitos dos pensamentos maléficos. Pensamentos de valor e coragem, de firmeza e decisão atraem pensamentos na mesma vibração, produzindo ambiente de confiança capaz de conduzir ao sucesso, como bem orienta a filosofia racionalista cristã.

Estude a filosofia racionalista cristã

Ler, estudar e raciocinar são importantes fatores para a conquista do autoconhecimento, da liberdade de ação e consequente crescimento espiritual.

As pessoas que desejarem conhecer a filosofia racionalista cristã e nela se aprofundar encontram amplo acervo de livros.

Consulte o guia das nossas principais publicações